terça-feira, 19 de abril de 2011

Sua roupa = Sua mensagem ao mundo

Ao entrar em uma loja de roupas, o consumidor não busca apenas proteger o corpo. Não quer apenas um objeto útil. Quer a diferenciação que essa roupa pode dar e a mensagem que pode transmitir através dela.
A roupa sempre representou um traço da individualidade. É uma forma de a pessoa demonstrar que é única, que pode se diferir das outras em função do que usa.
Através dos tempos, o traje carregou essa representação de classe, de casta social: É como se as pessoas dissessem: eu pertenço à determinada classe, à determinada casta, ao ostentar uma roupa. Demonstram, através das roupas, o quanto são bem sucedidos, o quando souberam e puderam se destacar dos demais. A roupa é símbolo de status e diferenciação social e da diferenciação dentro do próprio grupo. Através dos tempos, seus significados mudaram mas o requinte social que representa está cada vez mais presente e serve como apelo de vendas.
A psicanalista Eugênia Turenko explica: "A roupa é uma linguagem. É uma forma de falar. Faz parte da pulsão Escópica, ou seja, da necessidade consciente de olhar e ser olhado. Por outro lado, o olhar é o espelho. Reflete você em alguém. Por isso, a roupa faz parte do imaginário das pessoas. É o modo de vestir que caracteriza determinada profissão e determinada pessoa."
A compra de uma determinada peça do vestuário não é um ato tão simples quanto possa parecer. Envolve uma série de decisões, aparentemente individuais, mas que se relacionam inteiramente com o grupo ao qual o indivíduo pertence.
Na base da moda, portanto, está um impulso ambivalente: o desejo individual de diferenciar-se e a procura de um adequamento às normas do grupo social a que se quer pertencer; o indivíduo procura respeitar as regras do grupo e de não provocar uma reação negativa que pode fazer com que ele seja posto à margem. Já se faz notar que quanto a integração no grupo é levada a cabo duma maneira que se pode dizer total, as normas do grupo são de tal forma assimiladas que dão a ilusão da liberdade plena de opção, dão a ilusão de fazer a sua própria moda.


Algumas roupas são compradas e usadas para passar uma mensagem conscientemente. É o caso das camisetas com frases e figuras, que comunicam em silêncio uma vontade, um sentimento, um modo de pensar. Algumas são para divulgar campanhas, outras para provocar...
As famosas usam esse artifício quando querem dizer alguma coisa ao mundo. A patricinha Paris Hilton é uma que usa e abusa das camisetas com mensagens:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Mas como vimos no texto no início do post, não é só esse tipo de roupa que passa uma mensagem a quem nos vê. Toda roupa passa uma mensagem, e é importante que a gente saiba que mensagem queremos passar, e que tipo de mensagem cada tipo de roupa passa, para que as coisas aconteçam exatamente como a gente planeja.
 
 
 
 
 
 
Será que o Gianecchini sabia o risco que corria quando colocou essa camiseta? E a Geisy Arruda, sabia que passar a imagem errada ia dar tão certo? Então, não custa pensar um pouquinho mais antes de se meter dentro da primeira roupa que pegar no guarda-roupa, né? #ficadica

E para saber o que sua roupa anda dizendo de você, que tal fazer esse teste da Revista Nova?

Alguns trechos deste post fazem parte da tese de Doutorado de Gilson Monteiro, sobre a Metalinguagem das Roupas.

2 comentários:

Larissa disse...

Adorei esse post, principalmente a reflexao sobre a Geyse (rs). Agora essa camisa do Gianecchini eh uma verdadeira tentacao!
www.larissaeveryday.blogspot.com

GaroTas disse...

Adoreiiii seu blog, parabés!

um bjo, Tati