quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Na Moda com Isabella Fiorentino - 1ª Parte

Comprei ontem o livro "Na Moda com Isabella Fiorentino", da editora Nova Cultural e já devorei quase a metade! A leitura é fácil, super gostosa, e as dicas super interessantes!!
Segundo Isabella, a motivação para escrever o livro veio do próprio Esquadrão. “Lá encontrei muitas mulheres sem informação de moda, que, muitas vezes, tentam acertar no visual, mas acabam errando por falta de conhecimento”, afirma.
Pensando na falta de informação da mulherada, a top resolveu fazer um manual, a um precinho super acessível (R$14,90), que traz desde uma lista de peças básicas que não deve faltar em nenhum guarda-roupa até mesmo sugestões sobre o que vestir em cada ocasião.

Logo no 1º capítulo ela conquista ainda mais essa psicóloga aqui, falando da importância de 3 elementos: Autoestima, autoconfiança e autoimagem.
O livro fala que "o primeiro passo é ter consciência de que sua imagem é o que você conta sobre si ao mundo. Cada vez que você sai para trabalhar, para curtir a noite, para seduzir alguém ou até para comprar um sorvete na padaria, você faz uma declaração ao mundo: 'essa sou eu'."

Nossa  Autoestima, autoconfiança e autoimagem precisam estar em harmonia, e para isso, a gente precisa se conhecer. O livro ajuda nessa tarefa um pouquiiiinho complicada, e eu, como Psicóloga, vou tentar ajudar também.
Como a própria palavra diz, autoimagem é a forma como você se vê, como se avalia, como nota suas qualidades e defeitos. É muito importante saber transmitir essa mensagem aos outros, ou a sua autoimagem individual será diferente da sua autoimagem coletiva. Difícil? Não, não é não. Precisamos nos esforçar para que a nossa roupa, a maneira como nos vestimos e nos comportamos, demonstre aos outros exatamente quem somos. "Se o visual de uma pessoa não estiver de acordo com quem ela realmente é, ela terá um imenso trabalho! Será preciso desconstruir o conceito já sedimentado pela primeira impressão e criar outro." Dá pra perceber o quanto cuidar do seu visual está muito, muito longe de ser algo fútil?

autoestima "é como você se sente (e por consequência, como atua no mundo) em relação à sua autoimagem". Quando a autoestima está baixa, a pessoa se sente inadequada, insegura, com dúvidas, incerta do que realmente é, com um sentimento vago de não ser capaz. "A partir da autoestima temos a autoconfiança, que é a capacidade de acreditar em si mesma."
Quando esses três conceitos estão em desequilíbrio, uma mulher pode acreditar que está bem-vestida quando não está, ou ter um estilo maravilhoso e não valorizar (diferença entre a autoestima e autoimagem). "O ideal é que, para ter autoconfiança, você construa uma autoestima de acordo com a sua verdadeira autoimagem". Ou seja, se conhecer, se gostar (do jeito que você for!), se valorizar, saber o seu potencial e mostrar para os outros quem você é de verdade.

Vou voltar aqui outras vezes para compartilhar com vocês mais dicas do livro. Mas, por hoje, vou finalizar essa 1ª parte com uma das primeiras frases do livro e que é a mais pura verdade: "Pôr em prática as dicas deste livro será um ato de amor com você mesma". Isabella Fiorentino sabe tudo, né não?


Se quiser saber mais sobre a Psicologia da autoimagem, clica aqui.

3 comentários:

PointCinderela disse...

Obrigada pela dica...beijinhos

Lili disse...

Adoro esses livros de auto ajuda sobre moda, ajuda bastante viu rs. Vou procurar por esse. Alô Chics de Gloria Kaliu também é bacana. Adorei seu cantinho, já estou seguindo. Espero sua visita tbm! :)

Beijos, Lili

They Know disse...

Nha Prii amo livro de auto ajuda, ainda mais um toque com palavras pessoais.Voce manda super bem nas postagens!